Já se pedala a sul na Alameda dos Oceanos

Fotografia cortesia de Nuno Alexandre Correia/CML

A Alameda dos Oceanos, no Parque das Nações, conta agora com uma ciclovia em toda a sua extensão, ou seja, de uma ponta à outra. Depois de na zona norte ter sido implementada uma ciclovia pop-up no ano passado, agora a sul foi requalificada uma antiga ciclovia que já lá existia, permitindo uma viagem sem descontinuidades ou surpresas pelo meio. O novo troço já está pronto e vem com apontamentos interessantes que aqui destacamos.

Começamos pela rotunda, onde desembocam as duas unidireccionais, e que é a primeira rotunda ciclável com obra de fundo em Lisboa. Existem mais rotundas cicláveis na cidade, mas todas elas são delimitadas por tinta e pilaretes – obras de baixo custo. Nesta rotunda, a Rotunda República Argentina, a pista ciclável foi segregada com lancis e canteiros, dando um aspecto mais definitivo e um conforto diferente ao utilizador.

Há sinalização de passagem de velocípedes em cada intersecção, lembrando os condutores de que as bicicletas têm prioridade. Para reforçar ainda mais a segurança de velocípedes (e também a de peões), a aproximação dos automóveis à rotunda – tanto no lado da Alameda como no da Avenida Ulísses – foi estreitada de duas para uma via, de modo a aumentar a visibilidade dos utilizadores mais vulneráveis (não há o risco de um carro parar e outro a seu lado querer avançar).

A ciclovia na zona sul da Alameda dos Oceanos foi desenhada no passeio, onde antes já existia um trajecto ciclável assinalado apenas com umas placas no chão a indicar por onde as bicicletas deveriam seguir – não existia separação visual e física entre espaço do peão e espaço da bicicleta. Os ciclistas contam agora com um piso liso e contínuo, sem os altos e baixos da calçada. Todos os atravessamentos estão pintados e devidamente sinalizados, alguns deles foram semaforizados, reforçando a segurança na circulação.

Já perto da Rotunda Expo 98, além de melhorado o atravessamento de velocípedes, foi criada um novo braço da ciclovia, através de um corredor 30+bici por uma rua de estacionamento, para o interior do bairro. Nesse mesmo local, surgiu a primeira rotunda para bicicletas da cidade – um desenho interessantes mas que na prática poderá ter pouca utilização.

A ciclovia da Alameda dos Oceanos irá ligar no futuro à ciclovia já existente na Avenida Marechal Gomes da Costa. Essa ligação já é possível hoje percorrendo alguns metros por estrada, pela Rua Gaivotas em Terra ou pela Rua dos Argonautas, até à Avenida Fernando Pessoa. O Lisboa Para Pessoas actualizará este artigo quando e se receber mais detalhes da Câmara de Lisboa sobre como será feita a ligação entre as duas ciclovias.