O Lisboa Para Pessoas é uma publicação digital e comunitária sobre mobilidade sustentável em Lisboa, e a vivência da cidade e do seu espaço público.

O Lisboa Para Pessoas é para todos os que usufruem ou querem usufruir de uma cidade mais humana, mais verde e mais democrática.

O Lisboa Para Pessoas é:

Independente. Não tem qualquer filiação à Câmara Municipal, a partidos políticos ou a qualquer instituição pública ou privada. O Lisboa Para Pessoas é um projecto editorial que pertence à sua comunidade.

Colaborativo. O Lisboa Para Pessoas procura reunir jornalistas, fotógrafos, videógrafos, pensadores, especialistas, activistas… que de forma orgânica já criem conteúdo nas suas redes. Quer cruzar os domínios institucionais com conteúdos colaborativos da comunidade e com produção própria e original.

Convergente. Um ponto de encontro de ideias, iniciativas e notícias, interligando utilizadores do espaço público, instituições políticas, movimentos e associações, negócios e autoridades. O Lisboa Para Pessoas nasceu da constatação da dispersão de informação útil e interessante por diferentes canais.

Sem fins lucrativos. O Lisboa Para Pessoas procura receitas, não lucros. O seu orçamento é humano e definido em torno dos custos, humanos e materiais, necessários à manutenção deste projecto editorial.

O Lisboa Para Pessoas é uma resposta a dois problemas.

A dispersão de informação. O Lisboa Para Pessoas quer ser uma ferramenta útil para quem se desloca a pé, de bicicleta ou de transportes públicos em Lisboa. Ser um veículo de informação e novidades sobre a cidade, agregando projectos, iniciativas e entidades, e ao mesmo tempo documentar e arquivar a evolução da cidade.

Um auxiliar da mudança. As cidades por todo o mundo estão a mudar e Lisboa não é excepção. O Lisboa Para Pessoas quer ser um promotor dessa mudança agregando e não dividindo. Juntar a comunidade que já está convertida a uma cidade mais verde e sustentável com quem ainda esteja redutor a essa mudança.

Autoria

Mário Rui André
Coordenador & Jornalista

Sou um jovem jornalista que escreve sobre cidades humanas e inclusivas. Sou obcecado pela intersecção entre mobilidade e urbanismo, mas também pelo progresso tecnológico e suas consequências na sociedade. Faço da bicicleta e do comboio os meus meios de transporte de eleição. Licenciei-me em Publicidade e Marketing na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa, mas percebi depois que queria ser jornalista. Co-fundei em 2013 o Shifter, uma revista de reflexão e jornalismo contextual em português. Em 2020, decidi completar a minha formação com um Mestrado em Jornalismo e Comunicação na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Em 2021, lancei o Lisboa Para Pessoas, uma revista digital sobre mobilidade e sustentabilidade em Lisboa.

Um agradecimento especial a todos os parceiros que ajudam na construção do Lisboa Para Pessoas.

Estatuto Editorial

  1. O Lisboa Para Pessoas é uma publicação periódica regional, de base diária e comunitária, sobre mobilidade sustentável em Lisboa, e a vivência da cidade e do seu espaço público.
  2. O Lisboa Para Pessoas não tem qualquer filiação à Câmara Municipal, a partidos políticos ou a qualquer instituição pública ou privada. O Lisboa Para Pessoas é um projecto editorial que pertence à sua comunidade.
  3. O Lisboa Para Pessoas é um projecto convergente no sentido em que funciona como um ponto de encontro de ideias, iniciativas e notícias, interligando utilizadores do espaço público, instituições políticas, movimentos e associações, negócios e autoridades.
  4. O Lisboa Para Pessoas procura reunir jornalistas, fotógrafos, videógrafos, pensadores, especialistas, activistas… que de forma orgânica já criem conteúdo nas suas redes. Quer cruzar os domínios institucionais com conteúdos colaborativos da comunidade e com produção própria e original.
  5. O Lisboa Para Pessoas assume um papel participativo e construtivo na cidade, propondo uma forma de cidade.
  6. O Lisboa Para Pessoas é sem fins lucrativos. Procura receitas, não lucros.
  7. O Lisboa Para Pessoas considera a sua acção um serviço de interesse público.
  8. O Lisboa Para Pessoas não reage a interesses económicos, corporativos ou partidários; responde por si e pela sua comunidade, recusando qualquer tipo de interferência no seu trabalho.
  9. O Lisboa Para Pessoas segue o Código Deontológico do Jornalista, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, a Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia e a Constituição da República Portuguesa.
  10. O Lisboa Para Pessoas compromete-se a agir em conformidade com as leis reguladoras da internet e dos órgãos de comunicação social, bem como a promover o respeito e a boa fé dos seus leitores.

Ficha Técnica

Proprietário: Mário Rui Branco Correia Martins André
N.º Contribuinte: 214648036

Director: Mário Rui Branco Correia Martins André
Editor: Mário Rui Branco Correia Martins André

Periodicidade: Diária
Suporte: Online
Sede (Redacção e Editor): Estrada de Benfica, 701A; 1500-087 Lisboa, Portugal
N.º de Registo no ERC: 127 531

Telefone: +351 968 568 137
E-mail: mail@lisboaparapessoas.pt